Fórum Debian

Versão Completa: Processador russo de quatro nucleos,de 64 bits e 50 Gflops
Você está atualmente visualizando uma versão simplificada do conteúdo. Visualizar a versão completa com formatação.
Amigos do forum, achei muito interessante esta noticia sobre o lançamento na Rússia de um processador de quatro núcleos, 64 bits e capacidade de até 50 Gflops, então, existe sim vida fora de Intel e AMD, apesar de que a China também projetar uma linha própria de processadores chamada Loongson (http://pt.wikipedia.org/wiki/Loongsonhttp://portal.zwame.pt/13674/artigo/o-pr...r-chines).
Ressaltei a capacidade em Flops porque este processador russo utiliza arquitetura SPARC, para compara-lo com um processador Intel não podemos olhar o clock, que no caso do processador russo, que se chama Elbrus 4c, é de apenas 800 Mhz, então, comparativamente o Elbrus 4c pode chegar a 50 Gflops, segundo a Wikipedia, o Core i7 980-X Extreme Edition da Intel atinge até 20 Gflop/s( http://pt.wikipedia.org/wiki/FLOPS http://www.maxxpi.net/pages/result-brows...lops.php).

Bem, talvez alguns perguntem porque postar em um forum sobre Linux uma noticia sobre um processador fabricado na Rússia, acredito que como aqui todos os associados utilizam Linux, conhecem a filosofia Open Source e o valor da liberdade, seja um lugar apropriado.

Nos últimos dois anos acompanhamos as revelações e/ou acusações do americano Edward Snowden sobre uma suposta complacência ou cumplicidade das empresas americanas de TI com a espionagem e invasão de privacidade da agencia de segurança americana NSA, muitas destas empresas são as que fornecem algumas das ferramentas de trabalho que nós, profissionais de TI, utilizamos no nosso dia a dia, como Google, Facebook, Apple, Microsoft, IBM etc, com certeza alguém já utilizou alguma ferramenta de programação ou configuração ou recurso fornecido por uma destas empresas.

Esta semana marcou a aprovação no congresso brasileiro do marco Civil da Internet, onde foi ressaltado o direito a privacidade na rede bem como a necessidade de neutralidade da rede.
Num mercado de processadores dominado em 80% pela Intel, qualquer contribuição para quebra de monopólios é bem vinda, a Rússia está sobre ameaça de sanções econômicas do ocidente, eletrônicos são o primeiro item destas sanções e a Rússia não pode depender de ninguém, ao mesmo tempo se abre mais possibilidades no mercado de processadores.

Este processador russo foi desenvolvido no centro de pesquisas MCST (Moscow Center of SPARC Technologies http://www.mcst.ru/ ) .
Vou postar aqui o link do artigo original em russo e a tradução pelo Google.

Artigo original em russo:

http://www.mcst.ru/mikroprocessor-elbru ... izvodtstvu

Elbrus microprocessador-4C pronto para produção em série

http://translate.google.com.br/translat ... 1&ie=UTF-8

Elbrus microprocessador-4C, o novo desenvolvimento da empresa russa ZAO "MCST" percorreu todo o ciclo de teste e está pronto para produção em série.

Hoje Elbrus-4C - o microprocessador de alta performance no portfólio da empresa. Elbrus-4C - 64-bit microprocessador de propósito geral. Ele contém quatro núcleos rodando a 800 MHz, suporta três canais de memória DDR3-1600 de memória. Apoiado pela Associação para 4 chips em um sistema multiprocessador com memória compartilhada. Processador fabricado em 65 nm tecnologia, a sua potência média de 45 watts. CPU especificações detalhadas Elbrus-4C pode ser visto em catálogo .

Elbrus-4C continua a linha de microprocessadores arquitetura "Elbrus" , desenvolvido no MCST. Por ciclo por núcleo do novo processador pode realizar 23 operações, enquanto que para os processadores RISC, como o esse número é várias vezes menor. Processadores desenvolveram suporte para operações de ponto flutuante: o poder de processamento total de quatro núcleos é de cerca de 50 GFLOPS de precisão simples e 25 GFLOPS de precisão dupla. Apesar da relativamente baixa velocidade de relógio, em muitos problemas reais Elbrus microprocessador-4C oferece um desempenho comparável com microprocessadores líderes estrangeiros.

Em comparação com a geração anterior do processador Elbrus 2C + na nova arquitetura de processador tem havido melhorias significativas: suporte a hardware introduzida para tradução binária de códigos de 64 bits da Intel / AMD, o apoio à tradução binária no modo multithreaded adicionado, maior cache. Também foi redesenhado subsistema de memória: DDR3-masterizado Standard 1600 aumentou o número de canais de memória, maior eficiência em sistemas multiprocessados.

Servidor projetado Elbrus-4C baseados em processador com quatro processadores e duas pontes sul KPI também desenvolveu MCST.

O sistema operacional para o processador está operando "Elbrus" , construído com base em Linux kernel versão 2.6.33. Ele inclui um gerenciador de pacotes e mais de 3 milhares de pacotes de software a partir da distribuição Debian 5.0. Um conjunto completo de ferramentas de desenvolvimento , que inclui compiladores optimizados para linguagens de alto nível C, C + +, Fortran 77 e Fortran 90, debugger, profiler, e uma biblioteca de funções matemáticas e processamento de sinais. OS "Elbrus" apoia em tempo real, certificada por uma proteção de classe 2 contra acesso não autorizado e nível 2 de controle de recursos não declarados.

Uma característica distintiva de plataformas de computação, desenvolvido em MCST é confiável todos os seus componentes-chave, hardware e software, desenvolvido por especialistas da empresa e ter a documentação de projeto completo. Elbrus processador-4C será a base para uma ampla gama de computação confiável doméstica: servidores, computadores pessoais e soluções embarcadas.

No desenvolvimento de processador Elbrus-4C, o servidor com base nele e os softwares envolvidos funcionários de "INEUM eles. Bruk " , um parceiro essencial de MCST.

Nota: no decorrer do projeto, para o processador usado o título provisório de "Elbrus-2S».
URL de Referência