Fórum Debian

Versão Completa: Ferro nos caras da Abes
Você está atualmente visualizando uma versão simplificada do conteúdo. Visualizar a versão completa com formatação.
No meu caso, tenho uma história para contar. Sou técnico e um de meus clientes é um escritório de contabilidade no Centro, onde quase todas as máquinas (8 de 10 delas) rodavam Windows XP Piratex. Um dos funcionários foi pego no flagra trocando peças com defeito nas máquinas (trocava as boas pelas ruins) e assim ia conseguindo peças para montar uma máquina para ele sem ter que gastar tanto com uma máquina nova. O cara, além de estar errado, ainda denunciou o escritório para a ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), que esteve lá no escritório para uma blitz com oficial de justiça e tudo mais alguns dias depois. Não sei como, mas o dono do escritório soube com antecedência dessa visita e me pediu para que eu "desse um jeito" em deixar os Windows originais. Falei que só pagando pelas licenças e expliquei todo o procedimento, mas dei uma solução paliativa, que era a instalação de Linux nas máquinas. Expliquei-lhe que tudo iria funcionar "como se fosse no Windows", como a rede, impressão, voadas de arquivos de uma máquina pra outra, roteamento de internet e tal e ele aceitou, mas já com o "plano B" de compra de licenças engatilhado. Não levou mais de dois dias para colocar as demais máquinas piratex com Debian, com tudo funcionando, acessando a máquina servidora de arquivos e de impressão como se fosse no Windows e até o programa de gerenciamento do escritório trabalhando via Wine. Tudo perfeito, os usuários mal perceberam a mudança, e qdo o pessoal da ABES chegou lá quebraram a cara, pois o mandato de busca era para as máquinas que estivessem rodando Windows pirata, bastou mostrar as notas fiscais das máquinas com Windows original e acabou a confusão. Eles até quiseram "pedir a licença" das máquinas com Linux, mas eu já tinha deixado tudo explicado de antemão para o dono, que só faltou meter a porrada nos caras pq deram a entender que queriam "uma cervejinha" mesmo não achando nada de mais. E o sistema ficou funcionando tão redondo lá que agora só usam o Debian e, de vez em qdo, rola uma lan game com o jogo Nexious que é uma doideira, hehehehe...
Depois desse episódio, já "transformei" uma clínica médica e uma ONG para Debian, com excelentes resultados, tudo por indicação desse cliente que está mais do que satisfeito em usar Linux, fazendo compras inclusive em sites sem se preocupar com vírus e tudo mais que ele tinha qdo usava Windows, hehehehe...
Queria ta la pra ver a cara dos caras Alegre show
Queria ta la pra ver a cara dos caras Alegre show
Queria ta la pra ver a cara dos caras Alegre show
URL de Referência