Tópico Fechado 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
DISPOSITIVO instaraurador de ambiencias performáticas e empoderador civil
25/10/2013, 20:49
Resposta: #1
Idéia DISPOSITIVO instaraurador de ambiencias performáticas e empoderador civil
ola a todos do forum do debian.

meu nome é serguei e participo de um estudio de design e arte em são paulo que se chama GARUPA - http://www.garupaestudio.com -

desenvolvemos por ocasião da X BIENAL INTERNACIONAL DE ARQUITETURA DE SÃO PAULO o projeto "praticas de escuta da cidade". trata-se de um equipamento que envolve os conceitos de arte e tecnologia e de equipamento público, indo da escala do objeto ao urbanismo. este equipamento, que chamamos de "dispositivo" pretende instaurar situações de ambientes interativos, permitindo que o público/usuário potencialize as relações entre espaço, pessoas, informação e conhecimento.

O EQUIPAMENTO.
num case de alumínio amarelo na forma de um dodecaedro estão instalados os seguintes equipamentos:

processamento
- netbook 32 bits rodando linux debian
- um arduino ligado ao netbook na porta usb

video
- uma camera de video
- uma placa de video "easycap" ligado ao netbook no usb
- MPlayer MEncoder fazendo a interface de captura com o drive da placa EasyCap
- um monitor RCA ligado a um conversor VGA/RCA e ligado ao netbook pela porta VGA
- projetor digital ligado ao netbook pelo cabo HDMI/VGA

audio
- dois conjuntos de alto-falantes
- amplificador
- placa de audio captura usb
- microfone

rede
- um roteador wireless N 300Mbps modelo TL-WR841ND

autonomia
- bateria

segue anexo esquema de montagem

A PERFORMANCE

com este equipamento ativado pretendemos estabelecer, dentro do programa rígido de eventos da bienal, uma zona autônoma temporária de troca, registro e difusão. criando assim um programa paralelo, criado e gerido pelo público/usuário, rompendo e enriquecendo as discussões.

imbuído da capacidade de empoderamento público nos acessos as informações, frente as estruturas verticais estabelecidas pelas instituições, neste caso culturais, que ditam o fluxo do conhecimento e as políticas públicas de cultura.

INTERFACE MÍNIMA

para que se realize esta interface mínima entre o objeto/dispositivo e o público/usuário consideramos a seguinte plataforma de programação:

a partir de 3 botões ligados no arduino e um controlador de audio, o público/usuário pode gravar e consultar audio e video lançandos em um banco de dados de uma rede wi-fi local que o próprio objeto gera, tal qual um servidor. esta rede local pode ser acessada a partir de qualquer dispositivo wi-fi e em seguida, pelo browser do aparelho usado, pode-se realizar a troca efetiva de qualquer tipo de arquivo. atualmente a interface de troca é feita através do piratebox - http://wiki.daviddarts.com/PirateBox_DIY . porém o ideal é que a informação possa estar disposta na forma de um servidor wiki, mas mantendo um ambiente de troca tal qual o piratebox proporciona.

o fluxo então segue o seguinte caminho:
ao apertar o botão da câmera este aciona o script de processamento do arduino que executa a tarefa de iniciar a gravação da câmera e do áudio. ao soltar o botão a gravação para e o arquivo e lançado para compartilhamento em rede local.

AJUDA DO OPERADOR

buscamos ajuda de programadores (principalmente em shell e linguagens de scripts para arduino) que possam se juntar ao grupo existente e desenvolver as funcionalidades de forma propositiva. pessoas que tenham a visão transformadora que nosso conhecimento aplicado pode ter quando aplicado a ações artísticas, sociais e culturais numa cidade como são paulo. que queiram através do puro invento, da busca de alternativas em comunicação e organização político/social horizontais compartilhar conhecimento com o grupo e com o público que interagiremos.

POLÍTICA DE COLABORAÇÃO

queremos que patrocinadores banquem a confecção de outros dispositivos para que possam atuar em diversos grupos sociais, comunidades, atividades e centros culturais. é importante saber que o projeto não possui recursos no momento além dos efetivos alocados na aquisição dos equipamentos. o objetivo é inverter a lógica que agencia artistas e produtores submetidos a editais e fazendo valer a liberdade criativa poder propor uma visão própria e autônoma através da prototipia. os colaboradores serão inscritos como participantes da X bienal de arquitetura de são paulo e na multiplicação dos equipamentos futuros patrocinados.


Arquivos Anexos Miniaturas
                   
Encontrar todas as respostas deste usuário
Tópico Fechado 


Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes

Entre em Contato | Fórum Debian | Voltar ao Topo | Voltar ao Conteúdo | Modo Leve (Arquivo) | Feeds RSS